Ortopedista do HCor alerta para o uso inadequado e o peso excessivo das mochilas

Saiba quais são os cuidados e como escolher a mochila ideal de acordo com tamanho e idade das crianças para evitar lesões na coluna; Ao primeiro sinal de dor, é imprescindível consultar o médico para uma avaliação mais detalhada

Veja a forma correta de carregar a mochila. Reprodução internet

    

  Chegou a hora de colocar aquela lista imensa de material escolar dentro da mochila e mandar as crianças para a escola. No entanto, é importante ficar atento ao tamanho e ao peso das mochilas. Seu mau uso pode ocasionar, além de problemas sérios na coluna, diversos tipos de lesões nos ombros. Se não tratados adequadamente, podem levar a prejuízos para a vida toda, como desvio de postura e dores crônicas nas articulações.

      A recomendação para evitar problemas graves, é que a bolsa não ultrapasse 10% do peso da criança, ou seja, se ela pesa 30kg, sua mochila com os materiais deve ter, no máximo, 3kg. Preferencialmente, devem ter duas alças largas, pois isso ajuda a evitar a sobrecarga em apenas um dos ombros. Se optar pelos modelos com rodinhas, é importante observar se o puxador está na altura do punho da criança.

      Embora muitos problemas de coluna tenham suas raízes na infância, os cuidados, segundo explica Dr. Raphael Marcon, ortopedista do HCor – Hospital do Coração, não devem se ater, apenas ao peso das mochilas. “É importante olhar a criança no contexto de seu dia a dia. A postura que ela permanece em sala de aula, sentado em frente ao computador ou mesmo em momentos de lazer, por exemplo, merecem a atenção dos pais”, orienta. “Ao primeiro sinal de dor, é imprescindível consultar um médico para uma avaliação mais detalhada”, indica o médico.

Mas, afinal, como saber qual o modelo ideal para cada criança? “Há três coisas fundamentais a serem observadas: o tamanho da mochila, se as alças são duplas e grossas, e a altura do puxador das bolsas de rodinhas”, indica Dr. Marcon.

Confira algumas dicas e fique atento a estes três principais pontos!

  • Tamanho: a mochila deve cobrir as costas toda da criança. Se passar da cintura, é considerada grande demais;
  • Alças: devem ser, preferencialmente, largas, pois ajudam a distribuir melhor o peso sobre os ombros;
  • Rodinhas: os puxadores das mochilas de rodinha devem ficar na altura do punho da criança. Certifique-se de que os ombros estão alinhados adequadamente.

Riselda Morais

Jornais da ACRM - Fonte segura de informação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *