Foliões da Vila Madalena serão monitorados por câmeras de alta tecnologia no carnaval

Este ano, a sociedade organizada junto ao poder público vai instalar 20 câmeras nos principais pontos da festa que começa no dia 03 de fevereiro

 Por: Alexandre Faletti   

   O carnaval de rua da Vila Madalena vai contar com segurança reforçada. Os blocos vão desfilar entre os dias 3 e 18 de fevereiro, das 9h às 19h – e a folia será acompanhada de perto por 20 câmeras de alto desempenho da fabricante Dahua Technology. A iniciativa do projeto SEGD’BOA, junção da sociedade civil organizada em parceria direta com a Segurança Pública, vai instalar um contêiner entre as ruas Mourato Coelho e Inácio Pereira da Rocha que servirá de sala de controle para o acompanhamento das imagens.

     As imagens serão assistidas em tempo real pela Polícia Militar, que também ajudou a escolher os pontos que receberão os equipamentos, junto com a Prefeitura Regional de Pinheiros. Os pontos de concentração de câmeras são nas ruas onde a população se concentra nos bares tradicionais da região: Vila Madalena, Faria Lima e Largo da Batata. Os locais foram escolhidos levando em consideração a quantidade de pessoas em horário de pico e, principalmente, o fluxo de pessoas sentido as estações de metrô mais próximas da festa.

    Com a função de deixar a festa mais segura, as imagens serão captadas por 3 câmeras Speed Dome, 7 câmeras bullet de 3MP e outras 10 câmeras bullet de 1MP. Além das câmeras, 4 Telas de Vídeo Wall também da Dahua estarão em funcionamento na sala de controle. Entre os destaques das câmeras um poderoso zoom óptico de 30x permite ver com nitidez detalhes dos rostos das pessoas e possíveis tumultos, durante o dia e na escuridão. “Com a tecnologia adotada este ano, será possível não apenas acompanhar a multidão em tempo real, mas também aproximar as imagens e seguir suspeitos – as câmeras da Dahua contam com recurso de auto-tracking, que identificam e rastreiam o indivíduo em meio a multidão”, diz Bruce Wu, diretor geral da Dahua Technology Brasil.

    O projeto começou no ano passado com 12 câmeras e devido ao bom desempenho, este ano pretende ampliar a operação. O consultor de T.I do projeto SEGD’BOA, Roberto Rocha explica que as câmeras vão estar em funcionamento durante desde o pré até o pós-carnaval, (de 03 a 23/02) e que contam com o apoio dos moradores. “Com o trabalho conjunto entre a sociedade organizada, poder público e iniciativa privada, fica melhor e mais fácil atingir os objetivos comuns. A zeladoria e a segurança são desejadas por todos”, finaliza.

Riselda Morais

Jornais da ACRM - Fonte segura de informação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *