Poesias

Manhã de Primavera – Poetisa Riselda Morais

Foto: Riselda Morais

Esplêndido no amanhecer
O sol começa a brilhar
A voz do alvorecer
É a dos pássaros a cantar

Gorjear, voar, festejar
A estação dos amores
O primor das vivas cores
Que estão a desabrochar

Os ventos primaveris
São carícias, brisas suaves
Que ao semear o pólen
Assobiam, brindam as arvores

A terra está radiante
Folhas, flores a brotar
Fértil, plena, elegante
A luz a lhe contemplar

Abrem-se as mais lindas flores
Adornos simples, sedutores
Pétalas macias, orvalhadas
Perfumadas, delicadas

Formoso o beija-flor
Bate asas a bailar
Sugando o néctar da flor
O pequeno corpo a alimentar

Os perfumes mais diversos
sobre os campos são dispersos
com harmonia e perfeição

Magnífica natureza, 
tua pureza,
tua beleza, 
faz sublime a estação!