Poesias

Mentira – Poetisa Riselda Morais

A mentira é navalha que corta o coração
é falsidade a ti enaltecer 
Argumento do fraco que precisa dessa ilusão 
Por não saber com a verdade conviver
caminho certo da desilusão,
Inimiga de todo o bem viver

O mentiroso mente a si mesmo
Acredita no que está a falar
Sua mente é volúvel, está a esmo!
E lhe trai por não saber calar
Falho por natureza, não por engano
Descaso da pureza, falso, insano
A provocar em quem o amou o desengano!