Poesias

Mistério da Mata – Poetisa Riselda Morais

Entre o verde da mata 
Há algo que encanta 
Sem a mesma pureza 
Do pássaro que canta

Lei da natureza 
Que impõe reinado
Na terra ou a nado
Faz sempre uma presa

Para minha surpresa
O mistério da mata
De quem todos fogem
Tem sua beleza

Encara a correnteza
Vai pescar no rio
Tem um desafio
Comer sem cessar

Para a gordura do peixe
Poder acumular
De setembro a maio
Dorme sem parar

Mas sai na primavera
Para se alimentar
É branco como a neve
Charmoso ao andar

Então?
Já descobriu que bicho é esse?
Não?
Tudo bem,
esse segredo eu vou contar
O mistério da mata:
É o urso polar!