Poesias

Espelho D’água – Poetisa Riselda Morais

As flores caem 
sobre o sinuoso rio
De águas claras 
e transparente
Cobrindo o leito, 
serena, livremente

Curso natural, 
Um único sentido
Do paraíso real,
rumo ao desconhecido

Fielmente espelhada,
uma linda colina
Refletida na água
pura, cristalina

O pôr-do-sol brilhante
fez-se num instante
Em paisagem dourada

Ao som da passarada
Contemplo encantada,
A perfeição divina

Do dia que termina
tão belo, tão mágico
que comparo ao amor

Que vem suavemente
rumo ao meu coração,
faz-se conhecido
Dá a vida um sentido,
desperta paixão

Chega de mansinho,
ganha meu carinho,
Enche-me de emoção

Pensarei o amor
com a transparência da água
Sem lágrima, sem dor 
sem medo e sem mágoa

Sempre que eu for
Ao espelho d’água
Quando o sol se puser
Uma estrela brilhar

Tocar uma flor
Ouvir um pássaro cantar
Ver um beija-flor
a terra ou o mar!