Poesias

Destino – Poetisa Riselda Morais

Quando dois desconhecidos, 
buscam-se com igualdade, 
seus sonhos são parecidos 
mas desconhecem a verdade

Pensam traçar o destino, 
do destino já traçado, 
descobrem-se conhecidos 
sem nunca estar lado a lado, 
pertencem-se mutuamente 
e por séculos estão separados, 
buscam-se incessantemente, 
a busca do ser amado, 
não se esquecem simplesmente 
o amor é silenciado!