Poesias

Carnaval – Poetisa Riselda Morais

Quando o grito do intérprete 
na avenida ecoar, 
soar a bateria, o batuque estrondar 
Entre nessa folia e comece a sambar

Ponha-se a sambar e cantar
Que a escola vai entrar
libere sua energia
O carnaval está no ar

Deixa rolar a emoção
deixa o coração falar
que entre a comissão
de frente a se apresentar

Que se levante o povão
e dance até o sol raiar
carnaval é diversão
não dá para contrariar

Com muito samba no pé
a passista vai passar
Mestre sala e porta-bandeira
É para se ver e admirar

Com as mais lindas fantasias
no sambódromo a desfilar
repletos em alegrias
os sambistas vão estar

Ao passar a bateria
Componentes vão recuar
Os carros, a alegoria
Idéias estão a mostrar

Alas em todas as cores 
cores vivas a brilhar
noite de muitos amores
e caminhos a trilhar

Milhares de componentes
com um sonho a realizar
muita garra e muita fé
para o título conquistar

Se o desfile da escola
no tempo certo acabar
é motivo de alegria
justo seja quem julgar!