Poesias

Amor Curioso – Poetisa Riselda Morais

Sinto o amor, silencioso, sincero 
Não me diz a que veio,
não me promete nada,
Faz meu coração pulsar, 
mais forte, mais caloroso,
E me eleva o pensar, 
é um amor gostoso,
tão simples silenciar!


É um amor curioso, 
não pára de me perguntar:
– Onde será que o meu amado está?
– O que está a fazer? 
– Com quem está a falar?
Tento adivinhar… 
Nele me ponho a pensar.
Mas só consigo saber, 
após o telefone tocar…
Corro para atender, 
e me ponho a perguntar
Assim consigo saber, 
pois não sei adivinhar!


Mas em apenas um segundo,
vou ao outro lado do mundo,
teu pensamento encontrar.
– Como posso? 
– Não tenho asas para voar?
É um mistério, um enigma, o abstrato,
é a força do amor,
Do sentimento o laço,
o bater do coração, ritmo, compasso.
Entrego-me ao sentir.
– Para que tentar explicar?
Resta deixar-me sorrir,
E me permitir amar!