Poesias

Tarde Triste – Poetisa Riselda Morais

Fria, a tarde chega triste
nem lembra aquelas d’outrora
em que alegre sorriste
sem ver o passar da hora

Tão diferente de agora
que faz-se tão longo o dia
queria que fosse embora
com isso eu nada perdia

O tempo e a distância
fazem a vida vazia
controlaria minha ânsia
ou simplesmente corria

Me jogaria em teus braços
“te amo” eu te diria
e recebia teus abraços
repleta de alegria

Te cobriria de beijos
amor eu te daria
saciaria o desejo
feliz eu dormiria!