Operação Verão reforça segurança com mais de 2,9 mil PMs em todo o litoral

Foto: Rodrigo Paneghine / SSP

Neste ano, a região contará ainda com mais 2.726 vagas para policiais civis, durante o período, por meio da Diária Especial da Polícia Civil

 

     A Secretaria da Segurança Pública inicia nesta quarta-feira (20) a Operação Verão 2017/2018, que conta com 2.954 policiais militares em 16 municípios do litoral sul e norte de São Paulo. A ação se estenderá até o dia 16 de fevereiro.

     Para Polícia Civil há o reforço de mais 2.726 vagas para o período, por meio da Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Civil (Dejec).

     Os municípios contemplados são: Guarujá, Santos, São Vicente, Praia Grande, Iguape, Cananeia, Peruíbe, Ilha Comprida, Itanhaém, Mongaguá, Cubatão, Bertioga, Ilhabela, São Sebastião, Ubatuba e Caraguatatuba.

“É um prazer estar aqui e quero reforçar a necessidade da “Operação Verão”, uma operação de sucesso há muitos anos. A polícia precisa estar onde está a maior população. Por isso, teremos 250 policiais a mais do que no ano anterior. Tudo para garantir o sossego e segurança de quem visita o litoral paulista nessa época”, destacou em seu discurso o vice-governador de São Paulo, Márcio França.

“Fizemos um grande esforço para que a operação deste ano fosse maior. Para isso, mantivemos inovações do ano passado, como a Dejec. E também trouxemos algumas novidades, como o uso do Helicóptero da Polícia Civil para policiamento da orla”, explicou o secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho

POLICIAMENTO

“Outra mudança é o efetivo de alunos-sargentos, que virão para reforçar o patrulhamento. São policiais experientes, com mais de dez anos de corporação”, afirmou o titular da pasta.

      Para as cidades da Baixada Santista serão enviados 1.594 PMs e 561 para o litoral norte. Deste contingente, 861 são policiais destacados de unidades territoriais, 1.012 são sargentos e 282 soldados de 2ª classe que concluíram os cursos de formação neste ano.

Além disso, 400 vagas de Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar (Dejem) serão distribuídas para as regiões. Deste total, 150 para o litoral norte e 250 para o sul.

O policiamento rodoviário contará com reforço de 339 profissionais, além do efetivo já empregado diariamente. Também haverá 60 vagas adicionais da Dejem.

      Do total de 339 PMs rodoviários, 177 serão direcionados ao efetivo regular do Sistema Anchieta-Imigrantes, que também vai contar com 42 vagas da Dejem.

Ainda do total geral, o 1º Batalhão de Policiamento Rodoviário receberá 162 PMs diariamente, que serão deslocados de outras unidades para atuarem em Guarulhos, Vale do Paraíba e Alto Tietê. Essas regiões também terão 18 vagas da Dejem.

Além do reforço no efetivo, a PM terá o apoio de mais 200 viaturas nos municípios do litoral norte e sul. As viaturas da PM que serão utilizadas na operação são equipadas com tablets.

      O vice-prefeito da cidade de Santos, Sandoval Soares, agradeceu os esforços do Governo do Estado, da Secretaria da Segurança Pública e das polícias Civil e Militar “Eu tenho certeza a Polícia Militar e a Polícia Judiciária vão se desdobrar para atender a todas as famílias que vão procurar aqui, em nossa região, lazer nesse período”.

OPERAÇÃO PRAIA SEGURA

     O Corpo de Bombeiros ainda realizará a Operação Praia Segura, que visa intensificar a prevenção de afogamentos a partir de atividades de busca e salvamento, resgate de embarcações em situações de risco, entre outras.

      Para tanto, serão empregados 600 guarda-vidas por tempo determinado (GVTD), que atuarão no Grupamento Marítimo do Corpo de Bombeiros. Eles orientarão e protegerão os banhistas em praias e represas.

REFORÇO DA POLÍCIA CIVIL

    Para a Polícia Civil, serão 2.726 vagas para o período da Operação Verão. Os policiais atuarão junto ao efetivo nas ruas, nas delegacias, no trabalho de investigação e no atendimento à população. Eles serão contratados por meio da Dejec.

    A Dejec permite aos policiais trabalharem voluntariamente em suas folgas, com direito a uma remuneração adicional, por até 8 horas e em até 10 dias no mês.

     A escala remunerada de trabalho proposta pela Dejec tem como objetivo aumentar a renda dos policiais civis, a exemplo do que acontece com os militares por meio da Dejem.

As delegacias contarão com o efetivo total, já que foram suspensas férias e licenças dos policiais durante a Operação Verão.

Os plantões do Instituto de Criminalística (IC) e do Instituto Médico Legal (IML) reorganizarão suas escalas com o efetivo que já atua na região. O IML e o IC suspenderão férias e licenças-prêmio.

“Nossos policiais civis e militares estão atentos, prontos para trabalhar, para que o morador e o turista tenham um verão mais seguro e tranquilo”, finalizou Mágino.

CINTURÃO ELETRÔNICO

    A região conta com um “Cinturão Eletrônico” de câmeras do sistema Detecta, que cobre o litoral do Estado, chegando ao Alto Tietê.

São 450 câmeras OCRs interligadas ao sistema Detecta. Além disso, a região conta com mais 2.809 câmeras de videomonitoramento em municípios e estradas.

Implantado em 2014, o Detecta é o maior big data da América Latina que integra bancos de dados das polícias paulista.

Atualmente, há 5.274 câmeras de videomonitoramento interligadas ao sistema

Riselda Morais

Jornais da ACRM - Fonte segura de informação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *