Polícia Militar abre concurso para contratar 2.200 soldados

As inscrições para o processo abrem na semana que vem e vão até 6 de novembro

 

       A Polícia Militar abriu concurso para a contratação de 2.200 novos soldados de 2ª classe para reforçar o efetivo da corporação e o patrulhamento preventivo e ostensivo das ruas de São Paulo. O processo seletivo foi autorizado pelo governador Geraldo Alckmin no final de julho e o edital foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (29).

As inscrições acontecerão entre as 10 horas da próxima quarta-feira (4/10) e as 23h59 do dia 6 de novembro e deverão ser feitas, exclusivamente, pelo site da Vunesp (www.vunesp.com.br). A taxa é de R$ 50,00.

       Após aprovados em todas as etapas do concurso – que contam com exames de conhecimentos, aptidão física, de saúde e psicológicos, além de avaliação da conduta social e análise de documentos –, os candidatos selecionados serão classificados, nomeados e empossados.

Depois da posse, os alunos ingressam na Escola Superior de Soldados (ESSd), onde se formam no Curso Superior de Técnico de Polícia Ostensiva e Preservação da Ordem Pública, com duração média de um ano.

Ainda há a fase de estágio probatório, que tem início com o exercício do cargo, concomitante com a posse. O estágio tem duração total de três anos.

      O soldado da Polícia Militar desempenha o policiamento ostensivo, preservando a ordem pública. Sua missão envolve a repressão às infrações penais e administrativas e a aplicação da lei, primando pela defesa da vida, da integridade física e da dignidade da pessoa humana.

Requisitos

     Para se candidatar a uma vaga de soldado, é preciso ser brasileiro e ter idade entre 17 e 30 anos. As mulheres precisam ter altura mínima de 1,55 metro e os homens, de 1,60 metro. Entre outros requisitos, ainda é necessário ter concluído o Ensino Médio e ser habilitado a conduzir automóveis.

O edital também informa que não há vagas disponíveis para pessoas com deficiência, “tendo em vista as peculiaridades do exercício das funções policiais militares inerentes ao cargo”.

      A remuneração inicial do soldado é de R$ 3.034,05, incluindo o salário-base, o Regime Especial de Trabalho Policial (RETP) e o valor de insalubridade.

Contratações

    Desde 2011, o Governo do Estado contratou 24.311 soldados e 1.935 bombeiros. Além disso, estão em andamento outros concursos para selecionar mais 2.293 soldados de 2ª classe, 74 tenentes-médicos e 221 futuros oficiais.
    Também já estão em formação, nas academias da PM, mais 1.035 policiais, sendo 416 soldados de 2ª classe e 619 alunos-oficiais. O efetivo será distribuído às regiões do Estado após as formaturas.

Riselda Morais

Jornais da ACRM – Fonte segura de informação!