Paz ao Mundo – Poetisa Riselda Morais

Os humanos esqueceram 
Que do amor nasceram
e ao mundo devem amar!
Nos tempos evoluíram
Fizeram-se respeitar,
porém alguns concluíram 
que poderiam matar…
Plantaram a violência,
Roubaram a inocência,
com a paz querem acabar!

Que se faça um mundo novo,
com união, amor e paz
Onde o amor seja profundo,
poderoso e capaz,
de acabar com as diferenças,
de unir todas as crenças,
que guerras não existam mais!

Que todos tenham bondade, 
e se vejam como irmãos
Que vivam com igualdade,
que todos se dêem às mãos,
Que eliminem os preconceitos
vencendo os próprios defeitos,
se libertem da maldade
Que tenham como conceito
Paz a toda humanidade
Um mundo em comunhão
um povo em unidade
esperança e boa ação!

Que esse mundo esteja unido
Em um grandioso abraço
que não haja violência
nesta terra, neste espaço
E que essa união
de cor, raça e religião
Faça deste um mundo novo
onde viva todo o povo
com alegria, amor e paz!

 

Riselda Morais

Jornais da ACRM - Fonte segura de informação!