CNH digital deve valer a partir de fevereiro de 2018

    Foi publicado na terça-feira (25) pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) a resolução que muda o cronograma da Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e). O documento poderá ser acessado por meio de um aplicativo de celular que terá o mesmo valor da CNH impressa e os motoristas podem apresentar qualquer um dos modelos, impresso ou digital. A novidade deve entrar em vigor, segundo o texto publicado, em 1º de fevereiro de 2018, mas os Detrans de cada Estado devem começar a se preparar para as mudanças.
     Segundo informações do Ministério das Cidades a nova CNH trará um conjunto de padrões técnicos para suportar um sistema criptográfico que assegura a validade do documento e a autenticidade da CNH digital poderá ser comprovada pela assinatura com certificado digital do emissor ou com a leitura de um QRCode.
    Com esse dispositivo, os agentes de trânsito também poderão consultar os dados dos documentos por meio de um aplicativo de celular, que ainda está em fase de testes. O app fará a leitura do QRCode, como já é realizado com a CNH impressa.

Riselda Morais

Jornais da ACRM – Fonte segura de informação!